Bookmaker artbetting.co.uk - Bet365 review by ArtBetting.co.uk

Bookmaker artbetting.gr - Bet365 review by ArtBetting.gr

Germany bookmaker bet365 review by ArtBetting.de

Premium bigtheme.net by bigtheme.org

Projeto – “Justiça para Tod@s”

admin Janeiro 29, 2015 0
Projeto – “Justiça para Tod@s”

O Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família, em parceria com a Fraterna, privilegiou a turma do curso Vocacional para a implementação de um projeto que visa a literacia para a justiça, intitulado “Justiça para Tod@s”.
O “Justiça para Tod@s” é um projeto de promoção dos valores democráticos colocando a Educação para a Justiça como ferramenta cívica fundamental num estado de Direito.
A Lei e a Justiça estarão sempre indiscutivelmente presentes na vida de qualquer cidadão. É inevitável que como profissional, proprietário, condutor, vizinho, consumidor ou em qualquer outro papel social, tenhamos de conhecer e respeitar várias leis, que simultaneamente nos protegem do ponto de vista dos direitos humanos. Em todas as circunstâncias da convivência em sociedade, regulamo-nos por leis – explícitas ou implícitas – que tornam viável a interação entre cidadãos, e entre estes e as instituições, sem abusos e com o respeito por todos.
O desafio que queremos lançar com esta iniciativa “Justiça para Tod@s” é que estes jovens participem numa “viagem” através das Leis e da Justiça, para que as possam compreender melhor e, dessa forma, contribuir para uma sociedade mais justa. Assim, ao preparar um “caso” vão ter de perceber a dinâmica dos vários interesses em confronto, a diferença de pontos de vista ou a importância da imparcialidade e da objetividade.
Esta será uma excelente oportunidade para este grupo de jovens contactar com os vários protagonistas que intervêm nestes processos – advogados, juízes, procuradores, polícias – e perceber que a Justiça também está sujeita à dúvida e ao erro e que as ideias feitas e os preconceitos nos influenciam em qualquer juízo que fazemos.
Pretende-se, assim, que estes jovens desenvolvam não só a capacidade de analisar um problema e argumentar em favor da defesa de um ponto de vista, assim como construir consensos, negociando, estabelecendo compromissos e resolvendo conflitos.
Na fase final deste projeto, e após um longo caminho percorrido, os alunos vão a tribunal simular um julgamento do “caso” que foi escolhido (Bullying). Este será o patamar que lhes permite a preparação para a grande missão que é ser cidadão de pleno direito.
Penso, pois, que se tratará de um desafio à altura dos nossos alunos!

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família,
Sofia Silva


-->

Deixe um comentário »